MENU

História

História da SBTO

Atendendo a uma antiga reinvindicação de ortopedistas ligados à área de Traumatologia foi criado o Comitê de Trauma da SBOT, durante a gestão do José Laredo Filho.

O primeiro presidente do Comitê, escolhido por unanimidade pelos membros fundadores, foi José Soares Hungria Neto (1995-1996), cuja diretoria foi composta por Fernando Baldy dos Reis (vice-presidente), Armando Teixeira (secretário) e Itiro Suzuki (tesoureiro).

O 1º Congresso do Comitê, organizado por Fernando Baldy dos Reis, foi realizado em São Paulo, em 1995, nas dependências da Escola Paulista de Medicina / Universidade Federal de São Paulo, contando com 325 participantes de todo o Brasil. O 2º Congresso Brasileiro de Trauma Ortopédico foi realizado em 1996, na cidade do Rio de Janeiro, sendo presidido por José Sérgio Franco.

O segundo a assumir a presidência do comitê foi Fernando Baldy dos Reis (1997-1998). Nesta gestão o Comitê passou a denominar-se Sociedade Brasileira de Trauma Ortopédico.

Na presidência sucederam-se José Sérgio Franco (1999-2000), Itiro Suzuki (2001), Pedro Fr. Tucci Neto (2002), Geraldo R. Motta Filho (2003), Arnaldo Valdir Zumiotti (2004), Roberto S. Tavares Canto (2005), Ricardo Sprenger Falavinha (2006), Ney Coutinho Pecegueiro do Amaral (2007), Hélio Jorge Alvachian Fernandes (2008), Marcelo Tomanik Mercadante (2009), Jorge dos Santos Silva (2010), Maurício Kfuri Júnior (2011), Marcelo Abagge (2012), João Antonio Matheus Guimarães (2013), Daniel Balbachevsky (2014), e, atualmente, Paulo Roberto Barbosa de Toledo Lourenço (2015).

A Sociedade Brasileira de Trauma Ortopédico é um comitê bastante atuante, superando todas as dificuldades vem realizando Congressos Anuais de forma ininterrupta desde o início, sempre com a preocupação da atualização, acompanhando a vanguarda da Traumatologia no mundo e incorporando novas técnicas e novos materiais.

 

Congressos da Sociedade Brasileira do Trauma Ortopédico:

 

Ano

Presidente SBTO

Presidente CBTO

Local

1995

José Soares Hungria Neto

Fernando Baldy dos Reis

São Paulo, SP

1996

José Soares Hungria Neto

José Sérgio Franco

Rio de Janeiro, RJ

1997

Fernando Baldy dos Reis

Ricardo S. Falavinha

Curitiba, PR

1998

Fernando Baldy dos Reis

Tirone Soares

João Pessoa, PB

1999

José Sérgio Franco

Roberto S. Tavares Canto

Uberlândia, MG

2000

José Sérgio Franco

Francisco Machado

Fortaleza, CE

2001

Itiro Suzuki

Hélio Barroso dos Reis

Vitória, ES

2002

Pedro Tucci Neto

Alan Sanches dos Santos

Salvador, BA

2003

Geraldo Motta Filho

Marcelo Abagge

Foz do Iguaçu, PR

2004

Arnaldo Valdir Zumiotti

Robson P. Azevedo

Caldas Novas, GO

2005

Roberto S. Tavares Canto

Jorge Luiz Tramontini

Bento Gonçalves, RS

2006

Ricardo S. Falavinha

Paulo Roberto Barbosa

Búzios, RJ

2007

Ney Pecegueiro do Amaral

George Bitar

Santos, SP

2008

Hélio Alvachian Fernandes

Flamarion Batista

Curitiba, PR

2009

Marcelo Tomanik Mercadante

Márcio Carpi Malta

Rio de Janeiro, RJ

2010

Jorge dos Santos Silva

Walter Tetilla

Cuiabá, MT

2011

Maurício Kfuri Júnior

Armando Augusto Teixeira

Salvador, BA

2012

Marcelo Abagge

Renato Amorim

Florianópolis, SC

2013

João Matheus Guimarães

Hélio Alvachian Fernandes

Ribeirão Preto, SP

2014

Daniel Balbachevsky

Marcelo Guerra

Gramado, RS

2015

Paulo Roberto Barbosa Jean Klay Belém, PA

2016

Ralph Walter Christian Hilton Barros Maceió, AL

2017

Kodi Edson Kojima Nelson Elias Brasília, DF

 

 

GESTÃO 2015 a 2015
Dr. Paulo Roberto Barbosa presidiu a SBTO em 2015 e o foi responsável por diversas ações inovadoras.
 
Pela primeira vez em 20 anos, o Congresso Brasileiro de Trauma Ortopédico (CBTO) foi realizado na região Norte do país. Sede da 21ª edição do evento, Belém do Pará recebeu mais de mil especialistas em busca de atualização e inovações tecnológicas.
 
Em sua gestão, Dr. Paulo realizou a 1ª Corrida e Caminhada do Trauma Ortopédico. Com o tema "Belém a favor da Vida", o evento recebeu 600 participantes e alertou a população sobre a importancia de se prevenir acidentes.
 
O 21º CBTO contou com o 1º Congresso Brasileiro de Fisioterapia no Trauma Ortopédico, e com o inédito curso "Princípios de Osteossíntese com Haste Intramedular e Técnicas de Redução" no pré-congresso, com a exibição de vídeos 3D gravados no Estados Unidos especialmente para o evento.
 
Ainda em 2015, Dr. Paulo criou o projeto "A Memória do Trauma Ortopédico" e consolidou a história da especialidade no país com o depoimento de todos os presidentes da SBTO, desde a fundação da entidade em 1995.
Foto
GESTÃO 2014 a 2014
Graduado em Medicina pela Escola Paulista de Medicina, Pós Graduado na Especialidade Medicina e Cirurgia do Trauma, Pós Graduado na Especialidade em Fraturas Complexas e Fraturas da Pelve e Acetábulo (Denver) e Mestre em Ciências Aplicadas ao Aparelho Locomotor pela UNIFESP, Dr. Daniel Balbachevsky assumiu a presidência da SBTO em 2014.
 
Em seu ano de gestão o congresso, presidido pelo Dr. Marcelo Guerra, foi realizado na cidade de Gramado, no Rio Grande do Sul, e ultrapassou a marca de mil participantes.
 
Em sua gestão a SBTO efetivou o convite feito ao presidente anterior e participou como Nação Convidada (Guest Nation) do “2014 OTA Annual Meeting”, realizado pela Orthopaedic Trauma Association (OTA). A Sociedade participou também do 46º Congresso Brasileiro de Ortopedia e Traumatologia (CBOT) e do 26º Congresso Internacional Trienal da Sociedade Internacional de Cirurgia Ortopédica e Traumatológica (SICOT), realizados em conjunto na cidade do Rio de Janeiro.
 
Ainda em 2014 a SBTO lançou o suplesmento na revista Injury, com publicações de artigos de ortopedistas brasileiros.
Foto
GESTÃO 2013 a 2013
Dr. João Antonio Matheus Guimarães assumiu a presidência da SBTO em 2013. Doutor em Ciências Médicas, pela Universidade Federal Fluminense e mestre em Medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, atualmente dirige o Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (INTO).
 
Em sua gestão à frente da SBTO realizou o congresso em Ribeirão Preto, SP, cujo presidente foi Dr. Hélio Alvachian Fernandes.
 
Como presidente da SBTO procurou viabilizar alguns pontos importantes e montou toda a estrutura, fazendo todos os contatos, para que os membros da Sociedade pudessem ter acesso à Injury. No ano seguinte a sua gestão, em 2014, foi publicado o primeiro suplemento de artigos só de serviços no Brasil.
 
Outro importante acontecimento de sua gestão foi o convite que a SBTO recebeu para representar o Brasil como a Nação Convidada (Guest Nation) do “2014 OTA Annual Meeting”, da Sociedade americana de trauma ortopédico, a Orthopaedic Trauma Association (OTA).
Foto
GESTÃO 2012 a 2012
A gestão de 2012 teve como presidente Dr. Marcelo Abagge, Chefe do Serviço de Ortopedia e Traumatologia do Hospital do Trabalhador (UFPR).
 
Em sua gestão o congresso foi realizado na cidade de Florianópolis (SC), com presidência do Dr. Renato Amorim.
 
Neste ano o projeto iniciado anteriormente ganhou corpo e a SBTO levou cursos para especialistas em todo o Brasil.
 
Participante da SBTO desde sua fundação, Dr. Marcelo Abagge foi tesoureiro do Congresso em 1997, em 2003 presidiu o evento, em 2007 entrou para a diretoria da Sociedade e em 2012 assumiu a presidência da entidade. 
Foto
GESTÃO 2011 a 2011
Dr. Maurício Kfuri Júnior, chefe do serviço de cirurgia do trauma ortopédico e cirurgia do joelho do Hospital das Clínicas, da Faculdade de medicina de Ribeirão Preto, da Universidade de São Paulo, presidiu a SBTO no ano de 2011.
 
Em sua gestão o Congresso Brasileiro de Trauma Ortopédico foi realizado em Salvador, na Bahia, com toda a grade fundamentada na medicina baseada em evidências e teve a inclusão dos Temas Livres na grade principal do evento.
 
Na gestão de Dr. Maurício Kfuri teve início o projeto de cursos itinerantes por todo o Brasil. O objetivo era a capacitar ortopedistas para o atendimento do Trauma Ortopédico. 
 
Neste ano também foi lançado o portal da SBTO, onde todos podem encontrar não só vídeos educativos, como uma série de informações importantes para o exercício da profissão. 
 
Foi um ano inovador e de bastante resultados.
Foto
GESTÃO 2010 a 2010

O Prof. Dr. Jorge Santos Silva, do Instituto de Ortopedia e Traumatologia da USP de São Paulo presidiu a SBTO em 2010.

Em sua gestão o Congresso Brasileiro ocorreu em Cuiabá reunindo 600 profissionais da área da saúde, entre médicos e fisioterapeutas.

A gestão do Dr. Jorge Santos Silva aprovou e realizou uma pesquisa em ambito nacional, conduzida pelo Instituto Datafolha, sobre como o Ortopedista brasileiro avalia a especialidade do trauma ortopédico.

Nesta gestão realizou-se ainda o primeiro Forum dos Ex-Presidentes da SBTO com o objetivo de pensar estratégias que pudessem ser implementadas nos anos subsequentes. Este Fórum foi realizado em São Paulo e a partir dele foi redigido um documento de intenções com propostas para gestões futuras da SBTO.

O Dr. Jorge Santos Silva coordenou um esforço para que fosse possivel editar um livro dedicado ao enfoque ortopédico que deve ser dado ao paciente Politraumatizado. Este livro começou a ser escrito ainda em 2010 e teve o seu lançamento no Congresso Brasileiro de Ortopedia e Traumatologia, em novembro de 2011.

Foi uma gestão dedicada a avaliar onde estamos e para onde vamos, com resultados muito positivos.

Foto
GESTÃO 2009 a 2009

A gestão 2009 da SBTO foi presidida pelo Prof.Dr. Marcelo Tomanik Mercadante, da Faculdade de Ciencias Médicas da Santa Casa de São Paulo.

O Congresso Brasileiro do Trauma Ortopédico ocorreu no Rio de Janeiro sob a presidencia do Prof. Dr. Marcio Malta. A diretoria científica deste evento esteve a cargo do Dr. Ney Coutinho Peceguero do Amaral

O Congresso foi precedido por um Simpósio da Fundação AO dedicado a Osteossintese Intramedular. Este Simposio reuniu cerca de 300 participantes de tal forma que ao final o Congresso alcançou mais de 800 participantes no Rio de Janeiro.

Foto
GESTÃO 2008 a 2008

O Prof. Dr. Helio Jorge Alvachian Fernandes assumiu a presidencia da SBTO em 2008.

Gestão 2008 - Helio Jorge Alvachian Fernandes

A Diretoria na época era constituída por Marcelo Mercadante, Jorge dos Santos Silva, Mauricio Kfuri , Marcelo Abagge, João Matheus Guimarães e Paulo Barbosa.

Deu-se continuidade a gestões anteriores, em especial a de 2007 presidida pelo Dr Ney Peçegueiro onde enfatizou-se a valorização do especialista em trauma ortopédico. Conseguiu-se implantar as normas para o credenciamento de serviços de residência em trauma e oficializamos a residência em trauma em 4 serviços além de agregar  novos especialistas.

A regularização dos estatutos  da sociedade foi refeita desde a sua fundação pois, devido a mudanças federais ocorridas pela Receita Federal, foi necessário rever ano a ano os estatutos da sociedade e colocá-la regularizada completamente. A contabilidade até então feita pela SBOT junto como todas as outras especialidades passou a ser feita por  um escritório de contabilidade exclusivamente para a SBTO o mesmo ocorrendo com a contratação de uma Secretária.

O Congresso Brasileiro de Trauma foi  realizado entre 15 a 17 de maio de 2008 em Curitiba na Estação Embratel Convention Center e teve a Presidência do Dr Flamarion Baptista dos Santos e  a Coordenação científica realizada pelo Dr Sergei Fischer. Foram registrados 824 participantes O número de palestrantes nacionais foi 121  e internacionais 5 a destacar Wolfgan Klein da Alemanha, Yechiel Gottfried de Israel, Peter Giannoudis do Reino Unido, David Nelson e Phillip Stahel dos Estados Unidos. Tivemos 4 Mesas Redondas Modernas, 3 Mesas Redondas Convencionais, 6 cursos, 6 conferências internacionais e 3 simpósios satélites. O staff foi de 46 participantes enquanto 21 empresas participaram do evento envolvendo 160 pessoas.

A Sociedade Brasileira de Trauma com este congresso obteve uma receita de R$ 187.490,08.

Ao final da gestão, a Sociedade apresentava um balanço positivo financeiro de  R$ 320.000,00.

 

Foto
GESTÃO 2007 a 2007

O décimo presidente da Sociedade Brasileira de Trauma Ortopédico foi o Dr. Ney Peceguero do Amaral, chefe do serviço de Ortopedia e Traumatologia do Hospital Miguel Couto no Rio de Janeiro.

Durante sua gestão o Congresso Brasileiro de Trauma Ortopédico ocorreu em Santos, no Estado de Sao Paulo, tendo como presidente o Dr. George Bitar.

Houve a presença de convidados internacionais e a apresentação preliminar de resultados do uso da Navegação Cirurgica na Traumatologia Ortopédica.

Durante a gestão do Dr. Ney foi criado o cargo de Diretor Científico da Sociedade Brasileira de Trauma Ortopédico e também foram estabelecidos os critérios para que um indivíduo possa ser Membro da SBTO assim como para que um serviço possa ser credenciado junto a esta sociedade.

Foto
GESTÃO 2006 a 2006

O Dr. Ricardo Sprenger Falavinha, do Hospital Cajuru, da Pontificia Universidade Catolica de Curitiba foi o Presidente da SBTO em 2006. Nesta gestão, o Congresso Brasileiro ocorreu em Buzios, no Rio de Janeiro, tendo como presidente o Dr. Paulo Roberto Barbosa.

Foto
GESTÃO 2005 a 2005

O oitavo presidente da Sociedade Brasileira de Trauma Ortopédico foi o Prof. Roberto Sergio de Tavares Canto, da Universidade Federal de Uberlandia - Minas Gerais.

Sob a sua gestão o Congresso Brasileiro de Trauma Ortopedico ocorreu na cidade de Bento Gonçalves, no Rio Grande do Sul, tendo como presidente o Dr. Jorge Tramontini.

 

Foto
GESTÃO 2004 a 2004

Em 2004 a presidencia da Sociedade Brasileira de Trauma Ortopédico esteve a cargo do Prof. Dr. Arnaldo Valdir Zumiotti, do Instituto de Ortopedia e Traumatologia da USP de São Paulo.

Foto
GESTÃO 2003 a 2003

O Presidente da Sociedade Brasileira de Trauma Ortopedico em 2003 foi o Prof. Dr. Geraldo Rocha Motta Filho, do Instituto Nacional de Traumato-Ortopedia do Rio de Janeiro.

Foto
GESTÃO 2002 a 2002

O Prof. Dr. Pedro Francisco Tucci Neto foi o presidente da Sociedade Brasileira de Trauma Ortopédico em 2002.

Foto
GESTÃO 2001 a 2001

O Prof. Dr. Itiro Suzuki do Instituto de Ortopedia da USP de São Paulo, foi o primeiro presidente do século XXI da Sociedade Brasileira de Trauma Ortopédico

Em sua gestão o congresso brasileiro de trauma ocorreu em Vitoria. O modelo do congresso seguiu os moldes do Congresso de Fortaleza, também utilizando abordagens en cadáveres.

O Dr. José Sergio Franco, aproveitando a experiencia do congresso anterior, colaborou com a criação de modelos com fraturas em especimes, que eram submetidos a osteossintese e a controle radiográfico no local do evento. Foi um grande sucesso.

 

 

Foto
GESTÃO 1999 a 2000

O terceiro presidente da Sociedade Brasileira de Trauma Ortopédico foi o Prof. Dr. José Sergio Franco, da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Sob a sua coordenação foram organizados dois congressos brasileiros.

Em 1999, o Congresso Brasileiro do Trauma Ortopédico ocorreu na cidade de Uberlândia, tendo como presidente o Prof. Dr. Roberto Sergio de Tavares Canto. Este evento reuniu mais de 500 participantes e reforçou a proposta da Sociedade de Trauma de levar o seu congresso para o interior do Brasil.

Em 2000, o Congresso Brasieiro do Trauma Ortopedico ocorreu em Fortaleza, sob a presidencia do Dr. Francisco Machado. Foi um evento que reuniu as principais lideranças nacionais na área do Trauma Ortopédico. Neste Congresso, pela primeira vez, realizou-se um curso de acessos cirúrgicos em espécimes frescos. O evento, que reuniu 600 participantes, teve a participação dos professores Rami Mosheiff de Israel e Carlos Sancineto da Argentina.

A gestão 1999-2000 também trouxe a tradução do primeiro livro dedicado ao trauma ortopédico no Brasil, que foi o livro da Academia Americana de Ortopedia. Até entao, nao havia livro em portugues dedicado exclusivamente ao trauma ortopédico.

Foi lançada nesta gestão a anuidade custo zero, conseguindo com isto superar a marca dos 1000 associados, dentre eles os principais lideres da ortopedia brasileira.

Foi nesta gestão que se criou o logo da SBTO, baseado no logo da Orthopedic Trauma Association, porem utilizando uma árvore nacional como simbolo, no caso o coqueiro.

A gestão 1999-2000 conseguiu realizar seus dois congressos, não cobrando de palestrantes os custos de inscrição, traslado e hospedagem.

 

Foto
GESTÃO 1997 a 1998

A segunda gestão da Sociedade Brasileira de Trauma Ortopédico foi conduzida pelo Prof. Dr. Fernando Baldy dos Reis, da Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo

Foto
GESTÃO 1995 a 1996

O primeiro presidente da Sociedade Brasileira de Trauma Ortopédico foi o Prof. José Soares Hungria Neto, que assim descreve os momentos iniciais desta entidade:

Quando o Prof. Laredo foi presidente da SBOT (não me lembro o ano) ele fez duas coisas que mudaram a SBOT: desenvolveu as regionais e criou os Comitês de Especialidades.

Naquela época eram chamados de Comitês porque usavam o CPF da SBOT e dependiam dela para sobreviver. Depois com o tempo e para cada Comitê se adequar às regras federais, eles foram transformados em Sociedades Brasileiras de cada especialidade.

Na primeira diretoria fomos indicados o Fernando Baldy dos Reis como vice e eu como presidente. A número de sócios era pequeno, não tinhamos rendimento. Organizamos o primeiro congresso do Trauma Ortopédico em São Paulo em auditório emprestado pela UNIFESP. Os conferencistas todos eram brasileiros. Fizemos um work-shop sobre osteossíntese transmitido da bancada para a plateia e comentado por nós.

O Prof. Laredo providenciou para cada comitê um armário na sede da SBOT na rua S. Sebastião, mas ele queria cobrar aluguel dos comitês, que na sua maioria não tinham rendimento algum. Depois de muita conversa os armários ficaram de graça, até que o Comitê se organizasse. Com o passar do tempo a Sociedade Brasileira de Trauma Ortopédico alcançou a projeção que tem hoje, graças a atuação de todos.

É importante salientar, que desde sua formação o Comitê do Trauma Ortopédico sempre contou com a colaboração firme e desinteressada de todos traumatologistas, o que permitiu seu crescimento dentro de um ambiente de camaradagem e amizade."

Foto
topo

Área Exclusiva

Esqueci a minha senha

Receba nossa newsletter

rodape

Alameda Lorena, 427
14º andar - São Paulo/SP
Tel: (11) 94000.4707

Logo